Aplicativos de mensagens e redes sociais: Você deve liberar o acesso na empresa?


O acesso às redes sociais e aplicativos de mensagens durante o expediente é um dilema presente no cotidiano de muitos gestores e profissionais de TI nas empresas. Há quem diga que bloquear o acesso a estes sites diminuem o bem estar dos funcionários, e também, há quem acredite que liberar o acesso atrapalha a produtividade.

A verdade é que é uma pergunta difícil de ser respondida com precisão, afinal, existem diversos perfis de colaboradores nas empresas e também, áreas onde qualquer distração pode causar grandes problemas para a companhia.

Abaixo, você verá os benefícios do bloqueio, e também, uma forma eficiente de fazer a gestão dos acessos à internet no ambiente corporativo.

Bloquear o acesso à internet é importante?

Além de produtividade e foco da equipe, o acesso ilimitado das redes sociais e aplicativos de mensagens representam um risco de segurança digital, afinal, abrem espaço para a entrada de vírus, ransomware, phishing, entre outros problemas referentes à segurança na internet.

Em situações como essa, é importante implementar um sistema para gestão e controle dos acessos à internet, impedindo que o acesso a sites considerados nocivos (presentes em diversas redes sociais) possam ser acessados na rede da empresa.

Mas, bloquear tudo para todas as equipes pode ser um “tiro no pé”. É essencial que se faça uma análise das particularidades da sua equipe e defina grupos de acesso, implementando regras de acesso distintas para cada grupo, de acordo com o perfil dos colaboradores, atividades desempenhadas ou setores específicos.

O setor de vendas por exemplo, pode utilizar as redes sociais para prospecção de clientes. Já o setor de RH pode buscar informações sobre profissionais no Linkedin e Facebook.

Outro ponto importante, é levantar informações sobre o uso da internet observado relatórios do que está sendo acessado e otimizar a política de acesso à internet da empresa.

Perceba que liberação e bloqueio não necessariamente são políticas distintas e polarizadas. Um equilíbrio entre a possibilidade de acesso à redes sociais e aplicativos de mensagens e também, o bloqueio em alguns períodos, pode ser feito visando o bem estar da equipe e também a produtividade e resultados da empresa.

Como fazer o controle de acesso à internet da empresa?

Existem inúmeras ferramentas para o controle de acesso à internet para empresas, ofertadas no mercado hoje. Algumas mais robustas e complexas, exigindo mais conhecimento técnico, outras específicas para algumas funcionalidades com pagamento em moeda estrangeira e, também, algumas voltadas às pequenas e médias empresas, com interface amigável e intuitiva com pagamento em moeda local (R$).

Buscando facilitar o processo de gestão completa da internet das empresas, a empresa PSS Tecnologia oferece o serviço de MSSP (Managed Security Services Provider) onde gerimos uma parte, ou o todo, da operação de segurança de sua empresa, de acordo com as necessidades.

Se você está implementando regras de acesso na sua empresa, faça uma experiência: preste atenção no comportamento dos colaboradores na internet, compare resultados e veja como a gestão dos acessos à internet pode auxiliar no crescimento da empresa.


fonte: LUMIUM

5 visualizações0 comentário